O Blog, e todo seu conteúdo, não pretende, de forma alguma incutir ou impor, algum dogma, crença, ou religião. Primeiro porque, nada do que aqui está escrito, pode ser incutido. Pode sim, ser alvo de experiência. A eventual veracidade, do conteúdo, existe em todo o SER Humano mas só após experiência, pode você verificar, e validar o mesmo.

…Saber quem és, é saber o que é a VIDA,

Saber o que é a VIDA, é saberes quem és…

Sois o Maior Milagre da Natureza, pois sois a Natureza Consciente dela mesmo.

Este Blog Visa dar a conhecer a “minha” experiência pessoal, que resultou no culminar de um despertar Profundo e radical, que foi o acordar de um sonho.

A não dualidade como realidade Suprema

E o desígnio para a Nova ERA.

Em todo o mundo surgem vozes, que partilham uma Nova Consciência, uma nova Realidade, uma Nova Sabedoria, uma Sabedoria que se revela

aos olhos da maioria como Nova, porém a sua raiz provem desde

o inicio dos tempos, exemplo disso é o Ved
anta, o Sufismo, o Cristianismo, o Budismo, etc…

Em todos eles foi salientado de uma forma

ou outra a Unicidade do Universo da Vida,

a Não Dualidade.

Está neste preciso momento a surgir a Nova Humanidade, Pessoas dos quatro cantos do Mundo que despertaram para a sua essência, e com isso quebraram o círculo vicioso do tempo.

Por outras palavras o Tempo parou, cessou em existir, o seu conceito, se resumiu apenas a isso mesmo um Conceito, uma régua, que dita o que passou, e o que poderá vir.

Uma vez fora do tempo o Homem encontra a sua essência, o PRESENTE, o Momento, o Aqui o Agora. A VIDA SE AUTO CONTEMPLANDO NA UNICIDADE que ela “É”.





Nonduality (Advaita)



Não Dualidade

A sua designação têm divergido de certa forma em todo mundo, contudo a decisão parece ser unânime quando afirmado, que não dualidade é sinónimo de Unicidade, UNO na sua essência, e ausência de separação.

A Não dualidade, consiste num rótulo, num símbolo que aponta e assenta numa verdade mais profunda e paradoxalmente extremamente simples, tal verdade só pode ser experienciada de forma transcendente, na ausência de interferências por parte da mente.

A Não Dualidade é partilhada e manifestada actualmente por inúmeros escritores de temática espiritual, swamis, mestres espirituais, gurus e pessoas de todo mundo.
A verdade da Não dualidade está Presente em tudo e em todos, no manifesto e no não manifesto, todo o visível, todo o invisível, e tudo que foi é e possa eventualmente ser imaginado provem e está presente a Não Dualidade.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009


O NOVO MUNDO

Porquê Novo? De facto, o Novo Mundo, nada e tudo têm de Novo, a imutabilidade da mutabilidade “É”, sempre foi e sempre será a sua essência.

Quer isto dizer que tudo muda, tudo se transforma, nada é igual, a Vida é o momento Mágico Presente, e sempre diferente, esta é a única Suprema Verdade imutável.

A Era que se “aproxima”, e que aos olhos de alguns já se avista, consiste na Nova Perspectiva, a Nova Consciência, por outras palavras o Novo Mundo. Um Mundo que sempre esteve Presente, mas que apenas alguns o vislumbraram.

Agora, o Homem se abre à Vida e com isso respira a sua própria transformação, a sua própria Consciência, a sua própria Perspectiva, com isso surge a queda do velho, o desaparecimento da ilusão, o Homem finalmente separa o Amor do medo, a fé e a certeza da dúvida e da incredibilidade.

O surgimento do Novo é então nada mais nada menos que a evolução para a Nova Consciência, a Nova perspectiva.

Com tudo isto, novas faculdades surgirão, intuição, a telepatia, a conexão, serão extensões da Nova Consciência, a Unicidade será o Pilar Basilar do todo, nisto reside a sabedoria da Liberdade do próximo. Pois o Homem SABE, que é UM com o todo, SABE, que também “É” uma das infinitas manifestações da VIDA.

Uma vez por si solicitada, por si acreditada, e por si requerida, a Vida ser lhe à entregue, a fim de SER vivida, tendo o a si no papel de viajante e espectador, em unicidade plena com a Vida. Os planos se unirão de forma majestosa e gloriosa, unindo-se o que nunca esteve separado, corpo, mente, espírito, resultando no SER.

A Harmonia e o equilíbrio será a dádiva de si mesmo a si mesmo, para que isso aconteça, o Homem dará lugar ao Coração. O quotidiano continuará, mas desta, com AMOR, alegria e felicidade suprema, pois a Vida será realizada em prol do todo, o que significa em prol de si mesmo, dar ao próximo, será dar a si mesmo, a dádiva será instantânea, pois em dar você receberá. Pequenos gestos serão vistos e sentidos como carícias a si mesmo, um simples sorriso a um estranho, provocará em si um despoletar de felicidade, pois com a Nova Consciência, você sabe que estranhos, não existem, e que o próximo “É” também “ele” uma extensão de si e vice versa. O ciclo se completa, como o rio que desagua ao mar, e retorna ao rio, como a semente que germina no solo, e que após o seu crescimento se tornará Árvore, que por sua vez dará fruto, que retornará ao solo em forma de semente.

Esta “É” a Magia do Novo Mundo, o Homem como extensão Consciente da Vida, auto contemplando-se, auto Consciencializando-se, auto Amando-se.

Paz


6 comentários:

NadaSei disse...

Caro VIDA, muito obrigado por me tirar do mais profundo abismo de ilusão e medo. A muito tempo abandonei o ilusório apego as falsas "realidades" criadas pelo "ego", mas passei a viver a constante transformação ou "troca" de visões de diferentes "realidades" criadas por esse ego, algo um tanto assustador, uma realidade que sempre muda e sempre mostra sua verdadeira natureza ilusória frente a minha excessiva racionalidade e ceticismo.

Teus textos no "Comunidade Espiritual" me deram vida nova, animo novo para seguir em frente e apenas "aceitar" a vida.

Obrigado.

NadaSei disse...

Esqueci... obrigados pronunciados do distante Brasil, já que ao que tenho visto és de Portugual.

VIDA disse...

Olá Nadasei

Na verdade, tudo sabemos, só não sabemos que sabemos.
Fico feliz, por saber que os textos, são também eles reconhecidos como a verdade do próximo, pois provem da mesma fonte. A Vida.
Reconheço que o inicio de todo um processo, pode e é muitas das vezes confuso e doloroso, pois o ego teima em não abrir mão, e ceder.
Também eu, em tempos recorri a terceiros a fim de me iluminarem o "caminho".

A porta está aberta para qualquer ajuda, ou opinião que queiras pedir.


Um abraço

Paz

frAgMenTUS disse...

Adoro este tipo de reflexão, vou seguir-te atentamente! :)

Utopias disse...

Palavras para quê?
Obrigado pela partilha...vamos estando conectados.
Luís

frAgMenTUS disse...

Olá Vida, acabei de te ver no blog do Dalaiama e sabes q não me surpreendi?Achei mesmo q tinha ar de quem anda, ou já andou, a agraffitar!ehehe :)

felicidades, luz e paz

Olhar para dentro?

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
A Vida, contemplando a Vida.